SOBRE OS ARTISTAS

Bartolomeu Lima é músico há 40 anos, nesta trajetória, tocou com muita gente e vários géneros musicais. Formado em música no Brasil, é cantor compositor e instrumentista profissional.

Decidiu percorrer um caminho mais difícil e tocar um trabalho autoral, atualmente, escolheu tocar nas ruas porque é mais fácil mostrar as suas criações e também, porque, na sua opinião,  a rua é o maior palco.

Sente-se muito grato a Deus por estar em Portugal.

Apaixonada por arte, tem vindo a desenvolver o seu trabalho enquanto criadora e intérprete, com foco principal nas áreas da Música, Teatro e Cinema.

O seu gosto pela música e pelas artes em geral começa desde muito cedo, pelo que se aventura pela aprendizagem autodidata de guitarra, piano e ukulele.

Inicia o seu percurso como cantora e compositora em 2015, começando, nessa altura, a atuar como artista a solo. Para além de dar o seu cunho pessoal aos covers que faz, trabalha também nos seus próprios temas, dos quais é letrista e compositora. Nos covers, foca-se principalmente no rock, pop e indie, mas as suas apresentações são bastante ecléticas nos géneros musicais que escolhe. Em 2017, cria a B-Band, projeto de covers rock.

Em 2019, forma-se em Interpretação na ACE – Escola de Artes, trabalhando profissionalmente como atriz desde então, algo que procura conciliar com a música.

Em 2020, inicia uma nova fase no seu percurso, começando a trabalhar como Busker (artista de rua), nas ruas do Porto – uma experiência que define como uma “escola, ao nível pessoal e profissional.”

Tiago Barbosa é natural da Póvoa de Lanhoso, tem 31 anos e vive no Porto desde o final de 2018, altura em que decidiu tornar-se músico profissional através da arte de rua. Antes disso, trabalhou em vários projetos na música como orquestras de baile e bandas de covers, que fizeram que a música se tornasse mais relevante na sua vida.

Em 2020, concorreu ao programa televiso “The Voice” (Portugal), alcançando o 3.º lugar.

Participou no festival de música russa “Road To Yalta” onde representou a língua portuguesa na Crimeia, através da tradução e interpretaçãode uma música do artista russo Vladimir Vysotsky para português, conquistanto, assim, o segundo lugar.

Presentemente, está a trabalhar num projeto original para apresentar nos próximos meses.

Talita Cayolla é uma artista portuense apaixonada por música e artes visuais.

Tem o curso de Design de Moda e estudou guitarra com Alexandre Almeida, guitarrista de Pedro Abrunhosa. Cantou no Círculo Portuense de Ópera e, cada vez mais rendida ao apelo musical, começou a tocar nas ruas do Porto, tendo-se, entretanto, tornado numa personagem estimada e icónica de vários locais da cidade invicta.

Na maioria das vezes está acompanhada pela sua banda, composta por Marco Jung na bateria, José Carlos Nogueira no baixo e Rui Silva na guitarra elétrica, mas pode também atuar a solo, em duo, trio ou quarteto, por vezes com outros músicos.

As suas influências abraçam os mais variados estilos musicais como Samba, Bossa, Blues, Jazz,Pop, Reggae e R&B, sempre com um cunho muito pessoal incutido em todas as versões feitas.

Em 2020 a banda Talita Cayolla apresentou-se no “The Voice” (Portugal), tendo sido rotulada como uma lufada de ar fresco e profissionalismo pelo programa.

O original “If I rulled the world” pode ser ouvido na emissora de rádio Smooth FM.

Neste momento, está a preparar o seu segundo álbum de originais.

ORGANIZAÇÃO
APOIOS